2 de julho de 2008

A terra geme! Chaleira vervente!



Romanos 8:22,23 Porque sabemos que toda a criação, a um só tempo, geme e suporta angústias até agora. E não somente ela, mas também nós, que temos as primícias do Espírito, igualmente gememos em nosso íntimo, aguardando a adoção de filhos, a redenção do nosso corpo.





1 – Introdução
Não precisa muito esforço para que tenhamos conhecimento de tragédias por todo o mundo. Todos os canais televisivos, radiofônicos e manchetes de jornais explicitam as estatísticas de óbitos, feridos, desabrigados, refugiados e uma intensa evasão das áreas atingidas como de outras possíveis. E pelo que temos visto, a nação mais atingida tem sido a dos Estados Unidos da América, mas outros paises não estão totalmente isentos das catástrofes. Mas os EUA, que de certa forma tem regido a economia do mundo, munida de grandes tecnologias, arsenais bélicos, grandes descobertas cientificas, como pode estar sendo assolada por tal fato sem nada poder fazer? Então diante disso, me vem uma pergunta a mente: O por que de tudo isso?





2 - História de Israel .

Quando olhamos para a história de Israel, podemos verificar que diversas vezes o povo se rebelou contra seu Deus, e por isso foram castigados e pagaram muito caro. Edicaram altares a outros deuses, tornaram-se autônomos de Deus, blasfemaram contra Deus, fizeram o que era impuro diante do Senhor. Então o Senhor que é Amor, mas também Justiça, lhes concedeu o que era justo.



Lamentações 1:8 Jerusalém pecou gravemente; por isso, se tornou repugnante; todos os que a honravam a desprezam, porque lhe viram a nudez; ela também geme e se retira envergonhada.




3 - Panorama dos tempos Pós-Modernos
Tenho percebido que a terra tem clamado por socorro, o meio ambiente está desequilibrado, e as reações tem se demonstrado muito danosas. Enquanto isso, a filosofia antropocêntrica se dissemina pelo mundo a fora incentivando mais e mais ao culto do “eu”, ao narcisismo, e comportamentos semelhantes. A relativização vem dissolvendo os princípios cristãos que lutam por manter a terra e uma sociedade saudável. A pluralidade confunde os mais ignorantes, como os mais entendidos; Como disse Tomas de Aquino: “ A multiplicidade confunde”. E em meio a tudo isso os lideres não encontram saída alguma, a não ser a de enxugar o “leite” derramado, ao invés de desligar a leiteira que fervilha. Mas o que seria então a “ leiteira”?


4 - Passos bíblicos para uma “cura da terra”.
Em todas as vezes a saída foi a mesmo. Ou seja, o retorno a Deus e a sua palavra. Quando lemos II Crônicas 7.14, observamos as palavras do próprio Deus dizendo: “Se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados e sararei a sua terra”. Nesta passagem bíblica, identificamos passos a serem seguidos pelo povo para que haja um conserto e para que a terra seja sarada.


Primeiro, é o povo constituído por Deus que precisa se arrepender. A iniciativa deve partir dos conhecedores, que uma vez foram alcançados pela graça divina e tornaram-se participantes da salvação. E progressivamente os ignorantes referente as boas novas, terão uma direção a ser seguida. Deus sempre levantou homens no meio do seu povo para que os guia-se ao arrependimento, e depois disto, nações inteiras, que professavam a deuses estranhos se arrependeram, atônitos com o poder de Deus.

Segundo, três passos são necessários. Primeiramente é preciso se humilhar; Humilhar no latim é (húmus), ou seja, pó da terra. O homem foi feito do pó da terra – adamah, (hebraico)-Adão- isso significa que o homem, precisa voltar ao seu estado natural, estado da matéria prima, sem vontade própria, reconhecendo sua fragilidade, sua vulnerabilidade, sua dependência, e assim, permitir que o seu oleiro, o molde como bem entender. Em segundo, o versículo usa o verbo orar. Hoje, pouco se fala de oração. Poucos se preocupam com o estado do seu espírito, porém, super valorizam o estado do corpo, do ego, do status, do poder, a estatística financeira e ai por diante. Se faz preciso, retornar ao altar da oração, onde reconhecemos nossas fraquezas e dependências do Deus vivo e dali nos levantamos fortalecidos. E em terceiro lugar, é buscar. Me lembro daquela parábola da dracma perdida dentro de casa. Acredito que muitos perderam seus valores espirituais dentro de sua própria Igreja. É preciso buscar com diligência, ascender a lâmpada da palavra que é luz para nossos caminhos, varrer a casa com a vassoura do sangue de Jesus, com o objetivo de rever onde caímos e resgatarmos nossas dracmas espirituais.

Por fim, o texto nos diz que é preciso uma conversão, mudança de direção, uma metanóia, deixando as práticas do passando, em busca de novos alvos constituídos por Deus, e como nos relata o apostolo Paulo na cartas aos Colossences 3.1: “Portanto, se já ressuscitastes com Cristo, buscais as coisas que são de cima, ...” .

Depois deste processo divino, vem então o que chamaria de “desligar o fogo da leiteira”. Diz Deus: então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados e sararei a sua terra”. Somente depois de o homem retornar a Deus, é que começa o processo de cura da terra. Deus ouve, perdoa e a terra é sarada. Para que haja no presente século uma cura, é preciso haver um retorno urgente do povo a pessoa de Deus. È preciso haver uma conversão, um abandono da prática do pecado e da idolatria, pois só assim obteremos solução, para tantas perguntas sem respostas e solução para tantas tragédias. A terra geme e o povo também, o que faremos?

Lembremos: (Gálatas 6:7):"Não vos enganeis, de Deus não se zomba, pois tudo o que o homem semear,isto também ceifará".

Pb. Ivan Tadeu


Tenham um ótimo dia, com vossos corações e com a esperança de uma terra sarada.
Postar um comentário