15 de outubro de 2008

SANTIFICAÇÃO


O QUE É SANTIFICAÇÃO?
Ato, estado e processo de se tornar SANTO (Rm 6.19-22; 1 Ts 4.1-7). E realizado na vida do Salvo pela ação do Espírito Santo (2 Ts 2.13; 1 Pe 1.2).

Deus nos chamou para santidade, mas será que realmente temos condições de chegar a ser santos?

O dicionário define a palavra santo como: Que observa a lei divina; virtuoso. Puro. Bondoso; dedicado a Deus.

Como humanos que somos nunca seremos 100% santos, mas no nosso dia-a-dia com Deus precisamos buscar sempre uma melhora em nossa vida, pois a palavra de Deus nos ensina que devemos crescer na Graça e no conhecimento de nosso Senhor Jesus.

Temos na Bíblia o exemplo de Cristo, Ele se tornou Homem, e nos deixou um ensinamento para segui-lo, Jesus sendo em forma de Deus aniquilou-se a si mesmo, tomando a forma de servo (Fp 2 6,7), para ser semelhante a homem, renunciou voluntariamente à glória perfeita que possuía nos céus, ficando sujeito às limitações de um homem.

Jesus aprendeu uma profissão secular, sendo seu pai adotivo carpinteiro (Mt 13.55) Jesus aprendeu a mesma profissão, e por isso era chamado de “carpinteiro” (Mc 6.3). Jesus, como o primogênito de Maria, ficou com a responsabilidade da família após o falecimento de José, motivo por que Ele, na cruz, entregou essa responsabilidade a João, o seu discípulo (Jo 19.26,27).

• Jesus foi batizado como outros seres humanos. (Mt 3.15,16)
• Jesus foi tentado, como qualquer ser humano. (Lc 4.1-13)
• Jesus teve cansaço e dormiu no barco. (Mt 8.24)
• Jesus, cansado de andar, assentou-se junto à fonte para descansar (Jo 4.6)
• Jesus chorou com a morte de seu amigo Lázaro (Jo 11.33-35)
• Jesus foi preso por homens ímpios (Jo 18.1-3,12,13)


Analisando todos esses exemplos deixados por Jesus, chegamos à conclusão, se buscamos mais da parte de Deus e andarmos de acordo com a palavra de Deus, verdadeiramente seremos mais santos.


Mas existem algumas ferramentas que precisamos usar para conquistar uma vida santificada, e elas são:


Oração
Uma aproximação da pessoa a Deus por meio de palavras ou de pensamento, em particular ou em público. Inclui confissão (Sl 51), adoração (Sl 95.6-9; Ap 11.17), comunhão (Sl 103.1-8), gratidão (1 Tm 2.1), petição pessoal (2 Co 12.8) e intercessão pelos outros (Rm 10.1).
A oração para ser atendida, requer fé e purificação (Hb 11.6); (Sl 66.18).


Jejum
É a prática de não se alimentar por certo tempo (1 Rs 21.9). Como prática religiosa, é voluntária, exige pureza de vida (Is 58.3-7).
Em ocasiões especiais, a igreja, seguindo o costume judaico, era convocada para jejuar (At 13.2-3; 14.23).


Leitura da Bíblia
O termo Bíblia é de origem grega e quer dizer livrinhos. A Bíblia tem 66 livros e se divide em duas partes: Antigo Testamento (39 livros) e Novo Testamento (27 livros).
O Antigo Testamento foi escrito em Hebraico, com exceção de alguns trechos escritos em Aramaico. O Novo Testamento foi escrito em Grego.
É o livro Por excelência, chamado de Palavra de Deus (Ef 6.17; 1 Pe 1.25), Lei (1 Co 14.21; Gl 3.10).

Ao tomar a Bíblia na mão convem-nos lembrar que é o livro que tem Deus, que tem vida.

Finalmente depois de fazer uso dessas ferramentas conseguiremos a cada momento estar na presença de Deus, e alcançar nossa vitória que é chegarmos ao céu de Glória. Amem


Jairo da Rocha Cezanovski
Postar um comentário