27 de janeiro de 2009

Multifacetada: A mulher cristã e seus diversos papéis


Alessandra Radke de Carvalho Panicio[1]


É bem certo que vivemos em um mundo globalizado onde a competição e a cobrança são ferrenhas e imperdoáveis. Precisamos ser multifacetadas: cristãs tementes a Deus, esposas devotadas, mães dedicadas, filhas amorosas, profissionais bem sucedidas, cidadãs engajadas e muitos outros papéis que nos são atribuídos diariamente. Mas como conseguir harmonizar todos esses papéis sem que um prevaleça sobre o outro? Devemos procurar a temperança e o equilíbrio no grande manual dos cristãos, a Bíblia Sagrada. Ela nos fala um pouco sobre cada papel que a mulher cristã deve desempenhar para estar no centro da vontade de Deus:



Cristã temente a Deus (Pv. 31.30) – O primeiro mandamento do Senhor é: Adorar a Deus e amá-lo sobre todas as coisas. Esse mandamento nos ensina que devemos buscar um relacionamento íntimo com Deus, nada, nem ninguém deve interferir em nossa comunhão com o Senhor! Devemos manter um contato diário com o Pai através da oração e da meditação em sua palavra.



Esposa devotada (Pv. 31.11) – Como esposas devemos atuar como auxiliadoras de nossos maridos, amá-los e respeitá-los. Precisamos ser fiéis (Rute 1.16 b), prudentes (Pv. 19.14) e sábias para edificarmos nossos lares (Pv 14.1; Pv. 31.26) e glorificarmos a Deus através de nosso casamento e nosso lar.



Mãe dedicada (Pv. 31.28; Sl. 127.3): Seus filhos lhe chamarão “bem-aventurada”, somente com dedicação, zelo, abnegação, doação e amor incondicional alcançaremos a plenitude da maternidade. A maternidade é um presente de Deus, mas mesmo sendo um presente, requer muita responsabilidade, em nossos braços está um pequeno ser criado por Deus de acordo com seus propósitos e cabe a nós (com o auxílio dos pais) educarmos de acordo com a ortodoxia cristã.



Filha Amorosa (Ex. 20.12; Pv. 20.29; Ef. 6.1-3; Pv. 1.8-9): O quarto mandamento do Senhor nos pede que honremos pai e mãe, Deus não diz apenas para obedecer ou atender, mas honrar. Segundo o Dicionário Aurélio, honrar significa “dignificar, enobrecer, estimar, respeitar, acatar; venerar, lisonjear”. Ainda “honrar”, como a palavra grega sugere, significa valorizar ou considerar altamente. Quantos adjetivos! Honrar é colocar o outro em lugar de honra. É agradá-lo e acatá-lo mesmo quando não concordamos. É bem mais que obedecer. Sendo este o primeiro mandamento com promessa, se o cumprirmos, teremos a terra como herança e seremos prósperos em tudo o que fizermos.



Profissional bem sucedida (Pv. 31.13-14): A mulher cristã pode e deve ter sua carreira, contudo precisa ser sábia e zelosa para que este papel não se torne superior aos outros, nem tenha primazia em sua vida. “Sirvam aos seus senhores de boa vontade, como servindo ao Senhor e não aos homens” (Ef. 6.5-8). Em tudo podemos glorificar e louvar a Deus, até mesmo com nosso trabalho secular. Dedicando-nos a ele como se o fizéssemos para Cristo é o segredo para sermos bem sucedidas.



Cidadã engajada (At. 9.36): A Bíblia Sagrada nós dá um ótimo exemplo de solidariedade: Tabita (Dorcas), conhecida por seus trabalhos sociais em Jope ela era muito bem quista pelas viúvas da época, para as quais ela costurava túnicas. Como mulheres cristãs e cidadãs engajadas devemos dentre outras coisas, procurarmos seguir o que nos diz Provérbios 31.20: “Abre a sua mão ao pobre e estende as suas mãos ao necessitado”. É bom pensarmos: que talentos Deus nos deu e podemos usar para abençoar a sociedade?



Creio que com esforço, discernimento, oração e aprendizado da palavra de Deus, conseguiremos atingir a plenitude da mulher cristã, apta a desempenhar qualquer um de seus papéis de forma que nada se prejudique ou deixe a desejar! O Senhor se alegrará e poderá dizer: “Muitas filhas têm procedido virtuosamente, mas tu és, de todas, a mais excelente!” – Pv. 31.29.


Encabecemos as fileiras rumo à plenitude!


[1] Bacharel em Secretariado Executivo Bilíngüe - Secretária de Diretoria em Multinacional - Membro da IEAD- CIC.


Postar um comentário