9 de abril de 2009

A História de meu Mestre!

Varões disseram com as profecias
que do céu viria o Santo Messias;
Jesus de seu trono enfim desceu
para resgatar o que se perdeu;

Simples nasceu numa estrebaria
de honrosa mulher por nome Maria;

Cresceu também na graça dos judeus
nunca olvidando o plano de Deus;
Aberto o caminho foi então
pelo clamor do deserto de um bravo João;

Logo juntou 12 homens de fé
desde Pedro, Mateus até Tomé;
Que deixando para trás o imenso mar
ajudaram a muitos o salvador encontrar;
Expandia-se a mensagem do caminho estreito
sem ninguém saber a exatidão dos feitos;
Que a cada olhar, toque ou palavra
a Cristo dado tudo mudava;

Pois longe de ser palavra estranha
era lindo seu falar como o Sermão da Montanha;
Onde passava a multidão o seguia
pois que feito era ouvir o Mestre Messias;

O único a chamar-se como a verdade
trazia fé e esperança à humanidade;
Porém, para cumprir o plano de redenção
entregue foi o cordeiro à multidão;
Que não creram no homem de Nazaré
com corações endurecidos e pouca fé;

Injuriado, espancado como um criminoso
sofreu meu Jesus com coração bondoso;
Tomou meu lugar cravado na cruz
tremendo a terra e fugindo a luz;
Poucos ficaram como poucos escolhidos
para ver seu pranto e rosto aflito;

Mas a morte enfim não o suportou
que três dias depois o sol raiou;

Era Madalena gritando ressuscitou
está vivo para sempre ele me salvou;
O túmulo então ficou vazio
para que todo judeu, grego ou gentio;

Pela obra da cruz nele cresse
viesse a ter vida e não perecesse;

Também prometeu que conosco estaria
e que um dia ao céu nos levaria;
Pra com ele estar e ver seu sorriso
contemplando sua glória no paraíso.

E. Henrique Pesch

Colunista

Postar um comentário