27 de agosto de 2009

Quem eu sou? Identidades sequestradas!


A juventude moderna vive sob pressão. A universalização do espírito capitalista, a revolução na comunicação e as transformações socioculturais, somadas a diversos outros fatores, geram crises de identidade no jovem, que se sente perdido e preterido, fora de contexto, excluído e desprovido de oportunidades.



Na orientação da sexualidade não há criação de vínculos afetivos. Vivemos numa sociedade da simulação, do “faz-de-conta”, do governo tentando diminuir o analfabetismo. Sei a letra mais não sei ler. A universidade é boa se tem muitos estudantes. É a sociedade do ter e da simulação de ser o que não se é. A faculdade é cursada pelo nome, não pelo projeto de vida. Há um padrão de vida imposto pelo mercado. O jovem vê-se obrigado a mentir para ser incluído. Esses são alguns sinais evidentes da crise de identidade. A crise de identidade é como um campo minado. Os resultados são complexos: traumas, baixa auto-estima e depressão”.



A juventude cristã está sujeita à crise de identidade. Infelizmente, podemos verificar que no meio da igreja há muitos jovens que sucumbiram à baixa auto-estima, ou auto-imagem. Normalmente, são jovens com complexos de inferioridade, com traumas, sentimento de rejeição e de impotência.



A Bíblia é, por excelência, um manual de superação da crise de identidade. Nossa juventude precisa se apoiar na Palavra de Deus para se sobressair às pressões da modernidade e viver uma vida saudável, com a auto-imagem e auto-estima elevada. Mas acima de tudo, além de auto estima, ter estima do “Alto”. Mentes sadias, pessoas curadas e almas salvas, fazem parte de minha oração.

Ivan Tadeu


Postar um comentário