15 de dezembro de 2009

Mensageiro da Paz - Ano 79 - Número 1.495 - Dezembro de 2009 - Pg. 6

É com muita alegria e regozijo na alma que informo aos amados irmãos e amigos do Blog que neste mês de Dezembro, recebemos a grata satisfação de contribuir com um artigo para o Mensageiro da Paz.

Registro minha gratidão à CPAD, ao Diretor Executivo irmão Ronaldo Rodrigues de Souza, ao Editor Chefe Pr. Silas Daniel, ao Redator do Mensageiro da Paz, irmão Eduardo Araújo, pela oportunidade e privilégio concedido.

Aos amados irmãos, recomendamos que adquiram o jornal desde mês, que contém um conteúdo muito bom, e prestigiem o referido artigo por Título - ANALFABETO FUNCIONAL - Teológico Doutrinário - pg. 6.

Leiam um trecho...

Há um grande fenômeno acontecendo em nosso tempo e que afeta a igreja local. O Evangelho nunca esteve tão presente nos meios de comunicação, nunca foi tão difundido, nunca foi tão abertamente pronunciado e, ao mesmo tempo, nunca foi tão profanado, desconsiderado, desrespeitado.

As vezes me pergunto: “O que está acontecendo?” – O discurso é triunfalista, positivista, heróico, progressista, futurista e esperançoso, mas na prática, os frutos desmentem tais afirmações.

Certo dia, ouvi sobre uma estatística divulgada pelo governo sobre o grande avanço na área da educação. No entanto, outra estatística comprova que os mesmo números não passam de uma grande farsa, já que a rede educacional está gerando analfabetos funcionais. O que é isso?

“Analfabeto funcional é a denominação dada à pessoa que, mesmo com a capacidade de decodificar minimamente as letras, geralmente frases, sentenças e textos curtos; e os números, não desenvolve a habilidade de interpretação de textos e de fazer as operações matemáticas.

Diante desta triste realidade brasileira, percebi uma outra. Que também existem “analfabetos funcionais” dentro de nossas Igrejas. Eles aprenderam a ler a Bíblia, conhecem os versículos, conhecem os personagens, decoram o linguajar “crentes”, cantam os hinos, mas não sabem interpretar os textos lidos, não compreendem o que Deus quer falar e raramente praticam as verdades bíblicas.



...O restante está a disposição no MP...

 

Fonte: Mensageiro da Paz - Ano 79 - Número 1.495 - Dezembro de 2009 - Pg. 6 - Autoria: Ivan Tadeu Panicio Junior
Postar um comentário