8 de dezembro de 2009

SIGA O MODELO


É um tanto desafiador em meio a uma concepção filosófica segundo a qual nada é definitivamente certo nem absoluto, por depender de contingências e condicionamentos, apontarmos um modelo a ser seguido. Porém todo cristão que almeja obter êxito em todas as áreas da vida precisa “SEGUIR O MODELO” ou o “EXEMPLO” conforme a bíblia nos orienta; “Porque para isto sois chamados; pois também Cristo padeceu por nós, deixando-nos o exemplo, para que sigais as suas pisadas” (1 Pe 2.21).


Quando observamos o contexto histórico do Novo Testamento encontramos um cenário do qual nos mostra que o material de escrita comum nesta época era o papiro; porém como não era o tipo de material muito barato por ser uma das poucas alternativas a ser utilizada, encontramos outro tipo de material que era bem mais em conta, a chamada “tabua de cera”. Este material permitia que os estudantes realizassem seus exercícios e depois o apagassem, proporcionando assim o seu uso em outras oportunidades do dia a dia.

Segundo comenta Barclay os professores riscavam linhas sobre a tabua de cera, para que os alunos tivessem maior facilidade para escrever em linha reta e também não ultrapassar os limites. Além das linhas que eram riscadas o professor também escrevia alguma frase que retratava a ética ou qualquer outra que tivesse todas as letras do alfabeto grego (isto sem se importar com sua conexão) feito, então entregavam as tabuas de cera aos alunos e diziam, “SIGA O MODELO A CIMA OU SIGA O EXEMPLO”.Lembro me quando ainda criança estudava e a professora nos dava a famosa “lição de casa, tarefa ou ainda o dever de casa” você deve ter passado por isso também; então, recordo que tinha uma frase que quase sempre acompanhava o exercício, que era: “Siga o Modelo ou Siga o Exemplo” e assim realizava o exercício.

Muito importante é a mensagem que Pedro esta passando nestas palavras, ele está nos chamando à atenção, justamente para o “Padrão Perfeito”, e isto ele deixa bem claro em suas “cartas” tendo em vista que vivia, num contexto onde os falsos mestres haviam se infiltrado no meio dos cristãos para lhes ensinarem suas heresias. Em meio ao relativismo atual da presente sociedade falar em “PADRÃO PERFEITO” é utopia é mais cômodo dizer que todos os caminhos levam a “deus” ou que “eu também sou filho de deus” e assim por diante.

Há quem diga que “Uma Atitude Vale mais que Mil Palavras”, as suas atitudes demonstram o seu caráter e Pedro nos relembra as atitudes da nossa “Linha Mestra Jesus Cristo”. O qual não cometeu pecado, nem na sua boca se achou engano. O qual, quando o injuriavam, não injuriava, e quando padecia não ameaçava, mas entregava-se àquele que julga justamente; levando ele mesmo em seu corpo os nossos pecados sobre o madeiro, para que, mortos para o pecado, pudéssemos viver para a justiça; e pelas suas feridas fomos sarados (vers. 20, 21,22). Não podemos ignorar que, os exemplos que Jesus nos deixou, fazem eco em meio ao silêncio, como já dizia “Martin Luther King: ” O que me preocupa não é o grito dos maus, mas o silêncio dos bons”. Os Exemplos de JESUS devem nos envolver ao ponto de nossas atitudes refletirem as suas, em nossa desesperada sociedade. Pois seus exemplos:


 Valorizam o ser humano, e isto é uma das lições mais lindas da pessoa de Cristo;

 É capaz de perdoar chamando de amigo, aquele que acabou de lhe trair (Judas Iscariotes);

 É capaz de colocar os diversos acusadores de uma “mulher adultera” a buscarem em sua própria consciência atitudes semelhante, e desta forma conscientizá-los de que não eram diferentes dela;

 Seu exemplo de voluntariedade, para resgatar alguns ainda que desejasse alcançar a todos, nos mostra como é gratificante agir voluntariamente, falando nisso, como diz meu professor “Deus conta com os voluntários do Reino”;

 Bom, os exemplos deixados por Jesus são inúmeros e tenho certeza que nenhum deles envolve o ‘jeitinho brasileiro’ mas sim as práticas do Reino de Deus;

 Seus exemplos não requerem mensalão, mas sim fruto de arrependimento;

 Enquanto a corrupção chama a corrupção,seus exemplos nos ensinam a dizer NÃO;

 Enquanto muitos querem ser grandes, seus exemplos nos dizem seja o menor;

 Enquanto muitos oprimem, matam, escravizam, roubam, destroem, seus exemplos nos conduzem à liberdade, à felicidade, à esperança, à edificação, à vida, à consolação e por fim a Deus.

John Maxwell, citando A. W. Tozer, diz: “Como é triste constatar que nós somente planejamos aquilo que podemos fazer por nós mesmos”. Jesus é o Senhor Exemplo a Ser Seguido. Os irmãos de Antioquia foram chamados de “cristãos” por serem semelhantes a Cristo em suas atitudes, E NÓS? Estamos agindo como Jesus agia? Estamos liderando como Jesus liderava? Estamos pregando o evangelho do reino como Jesus pregava? Estamos servindo como Jesus servia? Estamos tributando glória a Deus como Jesus fazia? Estamos valorizando a mulher como Jesus valorizou? Estamos dando atenção às crianças como Ele fez? Estamos cultuando a Deus ou aos homens? Estamos servindo o Reino de Deus ou o meu Reininho? Varias perguntas ainda poderiam ser feitas, mas tenha liberdade faça você mesmo as suas...

Cada dia, é o dia do julgamento, e nós, com nossos atos e nossas palavras, com nosso silêncio e nossa voz, vamos escrevendo continuamente o livro da vida. A luz veio ao mundo e cada um de nós deve decidir se quer caminhar na luz do altruísmo construtivo ou nas trevas do egoísmo. Portanto, a mais urgente pergunta a ser feita nesta vida é: \'O que fiz hoje pelos outros?

(Martin Luther King:)


Referencia

BARCLAY, W. Palavras Chaves do Novo Testamento. 1ª ed, São Paulo, ed. Vida Nova, 1985.

MAXWELL, John C. 21 Minutos de poder na vida de um Líder. São Paulo: Mundo Cristão, 2002, p. 46.

 
Colunista: Pb. Alexsandro Veiga do Prado Cunho
Postar um comentário