23 de junho de 2014

O sabor do momento


Feriado prolongado na cidade de Curitiba - Paraná, costumeiramente fria mas acolhedora, nos favoreceu numa visita ao Mercado Municipal para desfrutarmos de um café gourmet no Empório Kaveh Kanes. Ambiente aromatizado pelo café, decorado com antigüidades, com histórias sobre o café manuscritas em quadros decorativos, cafeteiras diversas que refrescam a memória e variadas marcas de café do mundo. Este ambiente tem sido um refúgio em tempos oportunos. Hoje, resolvi escrever este post aqui, saboreando o "Jacú bird coffee", famoso por ser encorpado e sem acidez. Convidativo à degustação sem a necessidade do açúcar de tão agradável. Incrível como o simples degustar de uma xícara de café pode traduzir-se num momento especial. Quanto mais bem acompanhado de alfajor. As riquezas da vida estão nestes momentos especiais por estarem revestidos da simplicidade. Tão simples que nos levam a aproveitar o aroma, degustar o sabor, curtir com os olhos o ambiente e repelir o frio com o calor da companhia agradável. No final uma soma de leve amargor do café com a doçura do alfajor fez com que as distâncias dos extremos se diluíssem e formassem um novo sabor. A quem tome e coma sem saborear, mas cabe lembrar que somos sujeitos do agora, o daqui a pouco não nos pertence. Enfim, desfrutei do sabor do café, de cada gota, de cada fração do momento. E lhe convido a valorizar o sabor de cada momento da vida.


Postar um comentário